Técnico/a de Apoio Familiar e de Apoio à Comunidade

< voltar à lista
Condições de Admissão

• Idade: ≥ 23 anos
• Habilitação escolar: 9º ano de escolaridade
• Situação face ao emprego: Desempregados/as

Tipologia

Cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA

Objetivos

No final do curso os/as formandos/as ficarão aptos/as a prestar cuidados de apoio direto a indivíduos no domicílio ou em contexto institucional, nomeadamente idosos, pessoas com deficiência e pessoas com outro tipo de dependência funcional temporário ou permanente, de acordo com as indicações da equipa técnica e os princípios deontológicos de atuação.

Duração

1945 horas

Código do Curso / Código UFCD

762319_EFA NS

Saídas Profissionais

Técnico/a de Apoio Familiar e de Apoio à Comunidade

Área de Formação

Trabalho Social e Orientação

Síntese programática
  • Módulo
  • Carga Horária

Portefólio Reflexivo de Aprendizagens 85 horas

Os/as formandos/as elaboram o seu PRA (Portefólio Reflexivo de Aprendizagens) com base nas aprendizagens desenvolvidas ao longo da formação, devendo o mesmo refletir e evidenciar o processo de formação do individuo, congregando os trabalhos e reflexões realizados no âmbito do seu percurso formativo, enquanto conjunto planeado, organizado e selecionado de documentos.

Liberdade e responsabilidade democráticas 50 horas

•Compromisso Cidadão/Estado
•Direitos, liberdades e garantias dos trabalhadores
•Democracia representativa e participada
•Comunidade global

Processos identitários 50 horas

•Fundamentação dos princípios de conduta na relação com “o outro”
•Papel da deontologia na construção de uma cultura organizacional
•Políticas públicas de inclusão
•Uma nova identidade europeia em construção: o papel da multiculturalidade e da diversidade

Deontologia e princípios éticos 50 horas

•Princípios fundamentais da ética
•Códigos de ética e padrões deontológicos
•Ética e desenvolvimento institucional
•Comunidade Global

Redes de informação e comunicação 50 horas

•Aspectos socio-económicos do desenvolvimento e da implementação das tecnologias da informação e da comunicação
•Elementos tecnológicos centrais que estruturam o funcionamento dos sistemas de informação e comunicação
•Conhecimentos científicos e matemáticos fundamentais para a compreensão e boa utilização das tecnologias da informação e da comunicação

Modelos de urbanismo e mobilidade 50 horas

•Processos de mudança fundamentais na geografia das populações, em particular, os intensos fluxos de migração, emigração e imigração que ocorreram no território português, desde o início do século XX
•Princípios psicológicos associados à integração e bem-estar, com enfoque nos contextos de desenvolvimento e nos processos de mudança de meio envolvente
•Conceitos fundamentais nos processos de construção do espaço de vivência (arquitetura) e de ordenamento do território
•Princípios físicos na organização e gestão do espaço habitável

Sociedade, tecnologia e ciência - fundamentos 50 horas

•Conceitos nucleares para a compreensão e desenvolvimento dos vários ramos das ciências
•Aspectos metodológicos elementares da ciência enquanto prática social e modo específico de produção de conhecimento
•Processos através dos quais a ciência se integra e participa nas sociedades
•Compreensão dos processos e conhecimentos científicos como base de um novo tipo de cultura e de desenvolvimento social

Cultura, comunicação e média 50 horas

•Novas formas e expressões de Cultura: evolução e impacto social das tecnologias de informação e comunicação
•Construção linguística da intervenção cultural e comunicacional com recurso às tecnologias de informação e comunicação
•Os média e a alteração dos processos de comunicação, intervenção e participação pública

Culturas de urbanismo e mobilidade 50 horas

•Questões culturais que envolvem o planeamento e o ordenamento do território
•A Língua como suporte indispensável à gestão e à intervenção no urbanismo e na mobilidade
•A Comunicação nos processos contemporâneos de mobilidade humana e intervenção urbanística

Fundamentos de cultura língua e comunicação 50 horas

•Uma Cultura de programação: trajetos pessoais e mudança social
•A Língua e a Literatura portuguesas no mundo como elementos de união e intervenção cívica
•Os sistemas de Comunicação na expressão do pensamento crítico, na construção da relação entre a opinião pessoal e a opinião pública

Língua estrangeira - iniciação - Inglês 50 horas

•Competências de interpretação
◦Ouvir/Ver
- Compreensão de textos simples, breves e claros relacionados com aspetos da vida quotidiana e/ou com as áreas de interesse dos adultos
- Compreensão das ideias gerais de um texto em língua corrente sobre aspetos relativos aos tempos livres, bem como a temas atuais e assuntos do interesse pessoal e/ou profissional dos adultos, quando o discurso é claro, pausado e adequado ao seu nível linguístico
- Compreensão do conteúdo informativo simples de material audiovisual (entrevista, conversa telefónica, conversa informal entre pares, outros)
◦Ler
- Compreensão de textos curtos e simples sobre assuntos do quotidiano, variando o grau de complexidade dos textos de acordo com as competências evidenciadas pelos adultos
- Detecção de informação previsível concreta em textos simples de uso comum (conversa telefónica, entrevista, outros)
- Compreensão de textos simples em língua corrente sobre assuntos do quotidiano e relacionados com as áreas de formação e/ou atividade profissional dos adultos
- Percepção de acontecimentos relatados, assim como sentimentos e desejos expressos
- Comunicação em situações do quotidiano implicando troca de informação simples e direta sobre assuntos e atividades correntes, variando o grau de complexidade dos textos de acordo com as competências evidenciadas pelos adultos
- Participação em conversações curtas, com recurso a vocabulário circunscrito, sem necessidade de sustentar, aprofundar ou prolongar os diálogos
- Participação, com preparação prévia, em conversas simples sobre assuntos de interesse pessoal ou geral da actualidade
•Competências de produção
◦Falar/Escrever
- Uso de frases simples e curtas para falar da família, dos outros e do seu percurso pessoal, variando o grau de complexidade dos textos de acordo com as competências evidenciadas pelos adultos
- Produção, simples e breve mas articulada, de enunciados para narrar, descrever, expor informações e pontos de vista
- Comunicação em situações do quotidiano que exigem apenas troca de informação simples e direta sobre assunto e atividades correntes
- Participação em conversações curtas, com recurso a vocabulário circunscrito, sem necessidade de sustentar, aprofundar ou prolongar os diálogos
- Participação, com preparação prévia, em conversas simples sobre assuntos de interesse pessoal ou geral da actualidade
- Escrita de textos curtos e simples relacionados com aspetos da vida quotidiana
- Escrita de textos simples e estruturados sobre assuntos conhecidos e do seu interesse
- Intervir tendo em conta que os percursos individuais são afetados pela posse de diversos recursos, incluindo competências ao nível da cultura, da língua e da comunicação
- Agir em contextos profissionais, com recurso aos saberes em cultura, língua e comunicação
- Formular opiniões críticas mobilizando saberes vários e competências culturais, linguísticas e comunicacionais
- Identificar os principais fatores que influenciam a mudança social, reconhecendo nessa mudança o papel da cultura, da língua e da comunicação.

Língua Estrangeira - continuação - Inglês 50 horas

•Competências de interpretação
◦Ouvir/Ver
◦Ler
•Competências de produção
◦Falar
◦Escrever

O setor dos serviços de proximidade: serviços pessoais e de apoio à comunidade 25 horas

•Serviços de Apoio Social
◦Tipologia de respostas sociais existentes em Portugal
◦Âmbito de intervenção
◦Breve enquadramento legal dos serviços pessoais e de apoio à comunidade
◦Legislação, normas e regulamentos aplicáveis
◦Entidades que prestam serviços pessoais e de apoio à comunidade
•Rede Nacional de Cuidados de Saúde
◦Cuidados primários
◦Cuidados diferenciados (hospitalares)
◦Cuidados continuados
•Rede de Cuidados Continuados Integrados
◦Conceito e filosofia da Rede de Cuidados Continuados
◦Tipologia de Cuidados Continuados
◦Modelo de cuidados e intersectorialidade
•Terminologia básica da ação social e saúde

A atividade profissional do/a Técnico/a Familiar e de Apoio à Comunidade 50 horas

•Técnico Familiar e de Apoio à Comunidade
◦Enquadramento legal da atividade
◦Âmbito de intervenção do técnico familiar e de apoio à comunidade (o que pode e não pode fazer sozinho)
◦Atividades e responsabilidades do técnico familiar e de apoio à comunidade
◦A importância da atuação de acordo com normas e orientações dos técnicos responsáveis
◦Principais normas e regulamentos aplicáveis à atividade
◦Princípios éticos da atuação do profissional
- Código de conduta
- Deveres de confidencialidade e sigilo
- Atitudes e valores inerentes à atividade
- Respeito pela privacidade e intimidade das pessoas
- Respeito pela diferença
◦Aspetos legais relacionados com o exercício da profissão
•Postura profissional do técnico familiar e de apoio à comunidade:
◦Conceito de postura profissional
◦Imagem profissional
◦Normas e orientações da instituição
•Conceitos e princípios da qualidade
◦Conceito de qualidade
◦Conceito de eficácia e de eficiência
◦A importância da qualidade na prestação de cuidados pessoais e à comunidade
•Os processos da qualidade nas diferentes Respostas Sociais:
◦Processos-chave
◦Manual da Qualidade
◦Documentação de apoio
•O papel do profissional na melhoria contínua
◦Conceito de melhoria contínua
◦Monitorização da qualidade
◦Ações preventivas e corretivas
◦Controlo/auditorias internas

Comunicação na interação com a pessoa apoiada, cuidador e/ou família 50 horas

•Princípios da comunicação na interação com o utente, cuidador e/ou família
◦A comunicação na interação com pessoas com alterações de comportamento
- Agressividade
- Agitação
- Conflito
◦Pressupostos na interação com pessoas com perturbações mentais: empatia; comunicação não verbal
◦A interação com pessoas com problemas de comunicação
•Identificar estratégias de comunicação com o doente e seus familiares e/ou cuidadores
•Princípios e conceitos fundamentais de dinâmica familiar
◦Conceito de família
◦Papéis e funções da família
◦Estratégias de comunicação aplicáveis aos vários contextos familiares
•Comunicação e multiculturalidade
•Comunicação e género
•Pilares da relação entre profissional, pessoa apoiada e família ou seus cuidadores
◦Compreensão empática
◦Respeito incondicional pelo outro
•Escuta ativa

Trabalho em equipa no contexto da prestação de cuidados pessoais e à comunidade 25 horas

•A multidisciplinaridade inerente à prestação de cuidados pessoais e à comunidade
•O papel do técnico na equipa de prestação de cuidados pessoais e à comunidade
•Constituição da equipa de prestação de cuidados pessoais e de apoio à comunidade
•Estrutura hierárquica
•Contextos de atuação do técnico familiar e de apoio à comunidade
•Atribuições e responsabilidade
•Princípios do funcionamento das equipas de trabalho
◦Conceito de trabalho em equipa
◦Colaboração e cooperação
◦Dificuldades de operacionalização e estratégias de atuação
◦Normas sociais
◦Influência social e dinâmica interna
•Atitudes facilitadoras do trabalho em equipa

Prevenção e controlo na infeção na prestação de cuidados pessoais e à comunidade 50 horas

•Princípios da prevenção e controlo da infeção, medidas e recomendações
◦Conceitos de doença, infeção e doença infeciosa
◦Enquadramento legal do controlo da infeção
•Conceitos básicos associados à infeção:
◦Epidemiologia da infeção - cadeia epidemiológica
- Microrganismos e patogenicidade
- Reservatórios ou fontes dos microrganismos
- Portas de entrada e de saída dos microrganismos
- Vias de transmissão
- Hospedeiro e sua susceptibilidade
- Resistências anti-microbianas
•Situações de risco em contexto domiciliário e institucional
◦Exposição a riscos biológicos
- Tuberculose
- Hepatite A, B e C
- HIV
◦Manipulação de produtos biológicos
◦Outras
•Dispositivos individuais e medidas de precaução individual
◦Equipamento de proteção individual (qual, quando e como usar)
◦Higiene das mãos (conceito, técnicas, procedimentos)
◦Uso adequado e seguro das barreiras protetoras
◦Cuidados de higiene pessoal
◦Vacinação
•Fardamento

Os sistemas do corpo humano: imunitário, circulatório, respiratório, nervoso e músculo-esquelético 50 horas

•Ciclo vital do Homem desde o nascimento até á morte
◦Nascimento
◦Crescimento - 1ª e 2ª infância, adolescência
◦Idade adulta e envelhecimento
◦Morte
•Principais sistemas do corpo humano: conceitos e funções
◦Célula, tecido, órgão, aparelho ou sistemas
•Noções sobre o sistema imunitário
◦Barreiras naturais
◦Imunidade natural
◦Imunidade adquirida
•Sistema circulatório
◦O sangue e suas funções
◦Os vasos sanguíneos e a circulação sanguínea
◦O coração e o seu funcionamento
◦Sinais e sintomas de alerta relacionado com alterações do sistema circulatório
◦Implicações para os cuidados de higiene e conforto
•Sistema Respiratório
◦Noções básicas de respiração
◦O aparelho respiratório
◦Os pulmões e a sua função
◦Breves noções dos fenómenos mecânicos físicos e químicos da inspiração e da expiração
◦Sinais e sintomas de alerta relacionado com alterações do sistema respiratório
◦Implicações para os cuidados de higiene e conforto
•Sistema Nervoso
◦Noções básicas do sistema nervoso
◦Descrição geral da sua estrutura e funções
◦Importância deste sistema no funcionamento do organismo
◦Sinais e sintomas de alerta relacionado com alterações do sistema nervoso
◦Implicações para os cuidados de higiene e conforto
•Sistema músculo-esquelético
◦Breve abordagem à sua constituição
◦O esqueleto: cabeça, tronco e membros
◦Músculos e articulações
◦Alterações músculo-esqueléticas decorrentes do envelhecimento e da imobilidade
◦Implicações para os cuidados de higiene e conforto

Os sistemas do corpo humano: os sistemas urinário e gastrointestinal, os órgãos dos sentidos e a pele 50 horas

•Sistema Urinário
◦Constituição do Sistema Urinário
◦Produção e excreção de urina
◦Incontinência urinária- conceito
◦Infeção urinária: conceito; prevenção
◦Sinais e sintomas de alerta relacionado com alterações do sistema urinário
◦Implicações para os cuidados de higiene, conforto e eliminação
•Sistema Gastrointestinal
◦Constituição do sistema gastrointestinal
◦Processo de digestão
◦Importância deste processo para a absorção de nutrientes e funcionamento do organismo
◦Eliminação intestinal
◦Obstipação: conceito; prevenção
◦Diarreia: conceito
◦Vómito: conceito; risco de aspiração de vómito
◦Engasgamento: conceito
◦Sinais e sintomas de alerta relacionado com alterações do sistema gastrointestinal
◦Implicações para os cuidados de higiene, conforto e eliminação
•Órgãos dos Sentidos
◦Olho e a Visão
◦Ouvido e a Audição
◦Nariz e o Olfato
◦Boca e o Paladar
◦Pele e o Tato
◦Especificidades da prestação de cuidados de higiene e conforto
•Estrutura e as funções da pele: noções gerais
◦Alterações da estrutura e da capacidade funcional da pele resultantes do envelhecimento
◦Outras alterações resultantes de patologias e outros fatores
◦Integridade cutânea e compromisso da integridade cutânea
•Implicações para os cuidados de higiene e conforto

Necessidades humanas básicas: os cuidados de higiene, alimentação, hidratação, conforto e eliminação 25 horas

•Necessidades humanas básicas ao longo do ciclo de vida
•Os cuidados de higiene, conforto e eliminação nas várias fases da vida:
◦Aspetos fisiológicos e psicológicos
◦Tipologia de cuidados de higiene e conforto
- Banho
- Higiene oral
- Higiene dos órgãos dos sentidos (olhos, pele, etc.)
- Higiene dos órgãos genitais masculinos e femininos
◦Os cuidados de eliminação
•Conceito de Funcionalidade e Incapacidade
•Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) e suas implicações
◦Funções do corpo
- Funções mentais
- Funções sensoriais e dor
- Funções da voz e da fala
- Funções neuromusculoesquéticas relacionadas com o movimento
- Funções relacionadas com os sistemas e aparelhos
◦Qualificador de deficiência
•Impacto da Funcionalidade e Incapacidade na prestação de cuidados pessoais

Abordagem biológica, psicológica, social e cognitiva do envelhecimento 50 horas

•Principais alterações biológicas do envelhecimento
◦Alterações estruturais
- Células e tecidos
- Composição global do corpo e peso corporal
- Músculos ossos e articulações
- Pele e tecidos subcutâneos
◦Alterações funcionais
- Sistema cardiovascular
- Sistema respiratório
- Sistema renal e urinário
- Sistema gastrointestinal
- Sistema nervoso e sensorial
- Sistema endócrino e metabólico
- Sistema imunitário
- Ritmos biológicos e sono
◦Implicações das alterações funcionais na prestação de cuidados pessoais

•Problemas de saúde mais comuns no idoso
◦Doenças cardiovasculares
◦Diabetes
◦Doenças reumáticas
◦Perturbações mentais e comportamentais
◦Alterações da visão
◦Alterações cognitivas
◦Outras
•As principais perturbações mentais e comportamentais no idoso e suas consequências
◦Perturbações mentais orgânicas (doença de Alzheimer, outras demências, depressão)
◦Perturbações mentais e comportamentais devidos ao abuso de substância psicoativa
◦Esquizofrenia, perturbações esquizotípicas e perturbações delirantes
◦Perturbações do humor
◦Síndromes comportamentais associadas a disfunções fisiológicas e a fatores físicos

•Alterações na autonomia e funcionalidades e impacto na qualidade de vida do idoso
◦Quedas
◦Imobilidade
◦Depressão
◦Outras

•Aspetos psicológicos do envelhecimento
◦Modificação das funções cognitivas
◦Os afetos e a sexualidade nos idosos
◦Envelhecimento emocional e suas características
◦Aspetos psicológicos de risco no idoso

•Aspetos sociais do envelhecimento
◦Evolução histórica do conceito de idoso
◦A perspetiva de outras culturas
◦A interpretação individual e social das várias fases do ciclo da vida
◦Atitudes, mitos e estereótipos associados à velhice
•Redes de apoio
◦As pessoas idosas e o meio ambiente
◦A diversidade do meio ambiente
◦A família e a comunidade

•As Instituições formais
◦Caracterização e natureza das Instituições formais
◦Institucionalização das pessoas de idade
◦A vida quotidiana nas Instituições

Promoção da integração social e comunitária da pessoa idosa 25 horas

•Conceitos relacionados a promoção da integração social e comunitária da pessoa idosa
•Conceito de cidadania, inclusão e desenvolvimento social
•Direitos e deveres da pessoa idosa
•Estratégias de promoção do envelhecimento ativo
◦Atividade física
◦Estimulação de atividades cognitivas
◦Alimentação e nutrição
◦Gestão da saúde
•Estratégias de promoção de ambientes capacitadores da autonomia e da independência da pessoa idosa
◦Ajudas técnicas
◦Recurso a novas tecnologias
◦Recursos pessoais e da comunidade
•Papel do técnico familiar e de apoio à comunidade

Abordagem geral sobre a pessoa com deficiência 25 horas

•Conceito de deficiência e tipos de deficiência
•Direitos e deveres da pessoa com deficiência
•Tipos de deficiência e graus de deficiência
•Classificação de causas da deficiência mental
•Graus da deficiência mental e características de cada grupo
•Conceito de inclusão
•Papel da família, profissionais e redes sociais na inclusão da pessoa com deficiência
•Os afetos e a sexualidade na pessoa com deficiência
•Processos psicológicos implicados no cuidador de pessoas com deficiência
◦Sentimentos e emoções
•Sobrecarga física e emocional

Promoção da inclusão social e comunitária da pessoa com deficiência 50 horas

•Conceitos relativos à inclusão social e comunitária
◦Conceito de inclusão
◦Carta de direitos das pessoas com deficiência
◦Políticas públicas promotoras da inclusão social e comunitária da pessoal com deficiência
◦Direitos, benefícios e medidas de proteção social das pessoas com deficiências ou incapacidade
•Rede de entidades de suporte social e comunitária da pessoa com deficiência
◦Papel dos serviços de apoio social
◦Papel dos serviços de suporte comunitário (Desporto, Educação, Formação, Emprego
◦Papel da família, amigos e cuidadores
◦Papel dos prestadores de cuidados pessoais
•Estratégias de promoção da inclusão social e comunitária da pessoa com deficiência
◦Conceito de Empowerment e de Recovery
◦Participação ativa do Cidadão portador de deficiência
•Utilização de recursos sociais e comunitários diversificados

Prevenção da negligência, abuso e maus-tratos a pessoas com deficiência mental e/ou multideficiência 25 horas

•Conceitos e princípios fundamentais relacionados com a prevenção da negligência, abuso e maus-tratos a pessoas com deficiência mental e/ou multideficiência
•Relação entre deficiência e violência
•Abordagem ao Modelo Ecológico e Sistémico
•Fatores de risco (nível individual, societal, comunitário e relacional)
◦Fatores de risco relacionados com a deficiência
•Fatores de proteção
•Avaliação de situações de risco
•Prevenção de situações de maus-tratos e o papel dos profissionais
•Protocolo de atuação em caso de deteção de casos de maus tratos

Abordagem física e psicológica da doença na prestação de cuidados de higiene, alimentação, hidratação, conforto e eliminação 50 horas

•Conceito de doença aguda e de doença crónica
•Principais doenças agudas e suas características
•Principais doenças crónicas e suas características
◦Doenças cardiovasculares
- Acidente Vascular Cerebral
- Enfarte Agudo do Miocárdio
◦Doenças Respiratórias
◦Doenças Oncológicas
◦Doença de Parkinson
◦VIH/Sida
◦Outras
•Especificidade das doenças crónicas incuráveis
•Aspetos psicológicos e sociais da pessoa com doença crónica
•Alterações físicas, psicológicas e sociais causadas pela doença crónica
•Implicações das alterações na prestação de cuidados pessoais
•A comunicação com o doente, seus familiares e/ou cuidadores
◦Pressupostos da comunicação com o doente, seus familiares e/ou cuidadores
◦Impacto da doença crónica ou aguda na qualidade de vida do indivíduo, família e cuidadores

Apoio na prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação a pessoas com restrição na autonomia 50 horas

•Âmbito de atuação do Técnico Familiar e de Apoio à Comunidade (o que pode e não pode fazer sozinho)
•Equipamentos de proteção individual
•Preparação da prestação de cuidados higiene, conforto e eliminação a pessoas com autonomia
◦Instruções da equipa técnica
◦Questões relativas à privacidade, intimidade e sexualidade da pessoa
◦Fatores ambientais na criação de condições de conforto e segurança
◦Adequação às necessidades individuais
•Preparação dos materiais, equipamentos e instrumentos utilizados nos cuidados de higiene, conforto e eliminação:
◦Produtos de higiene, hidratação e conforto
◦Equipamentos e utensílios utilizados nos cuidados de higiene
◦Cuidados de segurança, manutenção e higiene dos materiais, equipamentos e utensílios utilizados
- Técnicas e procedimentos para a realização dos cuidados de higiene, conforto e eliminação
◦Procedimentos para apoiar no vestir e despir
◦Banho na casa de banho
◦Higiene oral
◦Outros cuidados de higiene e conforto: Barba, cabelo, unhas, olhos e pele
◦Higiene íntima nos homens e mulheres
◦Cuidados a ter na eliminação
- Cuidados para a manutenção da integridade cutânea
◦Deteção precoce de alterações da integridade cutânea
◦Hidratação adequada
◦Mobilidade e alternância de posicionamentos
◦Vestuário adequado
- Cuidados com higiene em situações especiais
◦Úlceras
◦Ostomas
◦Pós-cirurgias
◦Outras
•Estratégias de promoção da autonomia das pessoas
•Estratégias para garantir a privacidade e a intimidade das pessoas
•Ocorrências e anomalias no apoio à prestação de cuidados:
◦Aspetos fundamentais a transmitir
◦Procedimentos de registo

Técnicas de prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação a pessoas com dependência parcial 50 horas

•Âmbito de atuação do técnico familiar e de apoio à comunidade (o que pode e não pode fazer sozinho)
•Equipamentos de proteção individual
•A articulação com o técnico de saúde na prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação
◦Avaliação prévia da situação
◦Identificação das necessidades da pessoa
◦Avaliação do nível de funcionalidade e incapacidade
◦Impacto na prestação de cuidados
•Instruções da equipa técnica para situações específicas
◦Pessoas com deficiência
◦Pessoa com doença crónica
◦Pessoa com doença incurável
◦Outras situações
•Preparação dos materiais, equipamentos e instrumentos utilizados nos cuidados de higiene, conforto e eliminação
◦Produtos de higiene, hidratação e conforto
◦Equipamentos e utensílios utilizados nos cuidados de higiene
◦Cuidados de segurança, manutenção e higiene dos materiais, equipamentos e utensílios utilizados
•Técnicas de transferência e mobilização de pessoas com dependência parcial
◦Conceito de transferência
◦Tipos de transferência
◦Princípios a aplicar na transferência
◦Transferência de doentes com sistemas de soros, drenagens e outros dispositivos
◦Transferência de doentes com alterações cognitivas ou comportamentais
◦Conceito de mobilização
◦Técnicas de mobilização de pessoas com dependência parcial
•Técnicas de posicionamento:
◦Tipos de posicionamento
◦Técnicas associadas a cada tipo de posicionamento
•Cuidados de higiene, conforto e eliminação a pessoas que necessitam de ajuda parcial (pessoas com dependência parcial, pessoas com sistemas de soros, drenagens, bolsas coletoras e outros dispositivos, bem como, pessoas com alterações cognitivas ou comportamentais, etc.)
◦Técnicas de vestir e despir a pessoa com dependência parcial
◦Técnica de colocação e remoção de dispositivos de eliminação (sacos de drenagem, sacos de urostomia e outros)
◦Técnica do banho
- Banho na cama
- Banho no chuveiro/banheira
- Banho na cadeira de banho assistido
- Banho na maca banheira
- Kit de banho móvel
◦Cuidados de higiene e conforto específicos
- Higiene oral
- Higiene pés e mãos
- Higiene facial
- Higiene capilar
◦Ajudas técnicas na realização dos cuidados de higiene, conforto e eliminação
- Mobiliário e ajudas para banho assistido
- Mobiliário e ajudas técnicas para os cuidados de eliminação (cadeira sanitária, arrastadeira, urinol, outros)
- Técnica de mudança de fraldas
- Regras de segurança na utilização das ajudas técnicas
•Ocorrências e anomalias no apoio à prestação de cuidados
◦Aspetos fundamentais a transmitir
•Procedimentos de registo

Auxílio ao profissional de saúde na prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação em indivíduo com dependência total 25 horas

•Âmbito de atuação do técnico familiar e de apoio à comunidade (o que pode e não pode fazer sozinho)
•Equipamentos de proteção individual
•O auxílio ao profissional de saúde na prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação nas pessoas com dependência total
•Importância do cumprimento das orientações do responsável
•Especificidade dos cuidados de higiene, conforto e eliminação nas pessoas com dependência total
•Preparação dos materiais, equipamentos e instrumentos utilizados nos cuidados de higiene, conforto e eliminação
◦Produtos de higiene, hidratação e conforto
◦Equipamentos e utensílios utilizados nos cuidados de higiene
◦Cuidados de segurança, manutenção e higiene dos materiais, equipamentos e utensílios utilizados
•Procedimentos específicos de auxílio ao profissional de saúde nos cuidados de higiene, conforto e eliminação a pessoas com dependência total
◦Técnicas de vestir e despir
◦Técnica do banho na cama e com recurso a meios auxiliares específicos (Kit de banho móvel)
◦Especificidade dos cuidados de eliminação
◦Técnica de mudança de fraldas
◦Técnica de colocação e remoção de dispositivos de eliminação (sacos de drenagem, sacos de urostomia e outros)
◦Outros cuidados básicos de higiene e apresentação

Apoio nos cuidados de alimentação e hidratação 50 horas

•Âmbito de atuação do técnico familiar e de apoio à comunidade (o que pode e não pode fazer sozinho)
•Equipamentos de proteção individual
•Conceitos básicos sobre alimentação, nutrição e dietética
•Composição dos alimentos e o seu valor nutricional
•Necessidades nutricionais nas diferentes fases da vida
•Composição da alimentação: diversidade de alimentos, horários, nº de refeições, intervalos, quantidades, alimentos a privilegiar e a evitar
•Dietas terapêuticas
◦Dieta para diabéticos
◦Dieta para pessoas com hipercolesterolemia
◦Dieta para pessoas com hiperuricemia
◦Dieta hipo-proteica
◦Dieta gastroentérica (para pessoas com doença de Alzheimer)
•Confeção de refeições ligeiras
◦Tipologia de refeições ligeiras e suplementos alimentares
◦Técnicas de preparação e acondicionamento de refeições ligeiras e suplementos alimentares
◦Procedimentos para a preparação de tabuleiros
◦Cuidados na manipulação dos alimentos frescos e confecionados
◦Cuidados na conservação de alimentos frescos e confecionados
•A prestação de cuidados na alimentação e hidratação da pessoa com restrição de autonomia
◦Cuidados de higiene antes e após as refeições
◦Procedimentos e regras de preparação da refeição
◦Posicionamentos para a toma de refeições
•A prestação de cuidados na alimentação e hidratação da pessoa com dependência parcial
◦Riscos inerentes à ingestão de alimentos e bebidas
◦Sinais de alerta relacionados com engasgamento
◦Posicionamentos específicos para a toma de refeições nas pessoas com dependência parcial
•Formas de promover e incentivar a autonomia das pessoas
•Ocorrências e anomalias no apoio à prestação de cuidados
◦Aspetos fundamentais a transmitir
◦Procedimentos de registo

Apoio na realização de atividades instrumentais 50 horas

•Regras e procedimentos relativos à realização de atividades instrumentais diárias
•Apoio nas deslocações ao exterior:
◦Âmbito do acompanhamento
◦Programação da deslocação
◦Previsão de riscos e ações preventivas
•Aquisição de bens e serviços em representação do utente e da família:
◦Conceitos e princípios fundamentais sobre os direitos e deveres dos consumidor
◦Âmbito do serviço prestado
◦Noções básicas de gestão da economia doméstica
◦As tecnologias de informação e comunicação nos cuidados pessoais e de apoio à comunidade (O registo em formato digital, A utilização do multibanco, outros…)
◦Documentos de compra e venda
◦Processo de entrega, liquidação e pagamento
◦Prestação de contas
•Armazenagem e conservação de produtos
◦Produtos perecíveis e produtos não perecíveis
◦Regras de armazenagem de produtos
◦Embalagem e rotulagem
◦Armazenagem de medicamentos
◦Noções básicas de defesa do consumidor
•Trabalho de limpeza e manutenção dos espaços domésticos
◦Equipamentos de proteção individual
◦Programação das atividades
◦Preparação dos recursos necessários (materiais, instrumentos e equipamentos utilizados na limpeza e higienização dos espaços)
◦Utilização de equipamentos e utensílios domésticos (pequenos e grandes eletrodomésticos, sistema de iluminação, aquecimento, entre outros)
◦Limpeza
◦Deteção de pequenas avarias
•Materiais e utensílios de Higienização
◦Conceitos básicos de química de materiais
◦Produtos básicos de limpeza
◦Utensílios básicos de higienização
◦Utilização dos utensílios e produtos de limpeza
◦Equipamentos de higienização
•Técnicas de higienização de espaços
◦Regras de organização do serviço de higienização
◦Cuidados na higienização dos espaços domésticos
◦Cuidados específicos com móveis e tecidos
•Higienização nos diversos contexto de exercício
◦Centros de cuidados humanos/similares
◦Lares
◦Centros de dia
◦Domicílio
•Regras básicas de manutenção e limpeza de equipamento e utensílios
•Ficha de arranjos
•Tratamento de roupas pessoais e de cama
◦Tratamento de roupa
◦Pequenos trabalhos de costura
◦Procedimentos para fazer a cama
- Em situações rotineiras
- Em situações de pessoas com dependência parcial ou total
•Ocorrências e anomalias no apoio à prestação de cuidados:
◦Aspetos fundamentais a transmitir
◦Procedimentos de registo

Desenvolvimento de atividades de animação e ocupação de tempos livres 50 horas

•Animação e ocupação de tempos livres de adultos no domicílio e em instituição
◦Tipologia de atividades
◦Objetivos e benefícios
- Momentos de lazer
- Estimulação de competências
- Contacto com o ambiente externo à Instituição
- Rotinas diárias
- Higiene
- Culinária
- Costura
- Jardinagem
•Diferentes formas de animação e ocupação de tempos livres
◦Animação física ou motora
◦Animação cognitiva
◦Animação através da expressão plástica
◦Animação através da comunicação
◦Animação associada ao desenvolvimento pessoal e social
◦Animação comunitária
◦Animação lúdica
•Elaboração de um plano de atividades
◦Definição de Objetivos
◦Identificação de recursos humanos, materiais e logísticos
◦Definição de responsabilidades/tarefas
◦Seleção de critérios de avaliação
•Técnicas de animação aplicados a diversos públicos:
◦Idosos
◦Pessoas com deficiência
◦Pessoa com doença crónica
◦Outras
•Ocorrências e anomalias na ocupação de tempos livres: aspetos fundamentais a transmitir; procedimentos de registo

Animação e ocupação de tempos livres através da expressão musical e corporal 25 horas

•Objetivos da animação e ocupação de tempos livres através da expressão musical e corporal, em contexto domiciliário e institucional
◦Estratégias dinamização e motivação de grupos e indivíduos
◦Acolhimento
◦Comunicação e interação
◦Adequação às necessidades e expectativas
•Técnicas de expressão musical e corporal adequadas ao contexto domiciliário e instituição
•Expressão musical
◦Canto
◦Instrumentos musicais
◦Fatores críticos para a implementação das atividades
•Expressão corporal
◦Expressão dramática
◦Dança
◦Jogos e outras atividades lúdicas
◦Fatores críticos para a implementação das atividades

Princípios de ergonomia e prevenção de acidentes e doenças profissionais 25 horas

•Conceitos básicos de ergonomia
◦Conceito de ergonomia
◦Conceito de postura de trabalho
◦Riscos relacionados com a postura de trabalho
◦Ergonomia e a sua aplicação nas tarefas do técnico familiar e de apoio à comunidade
•Ergonomia e a sua aplicação na área dos posicionamentos
◦Risco ocupacional na manipulação de cargas
◦Riscos relacionados com a postura de trabalho
◦Princípios ergonómicos a respeitar
•Principais acidentes e doenças profissionais decorrentes da atividade do técnico familiar e de apoio à comunidade
◦Riscos associados às tarefas
◦Riscos associados ao indivíduo/utente
◦Riscos associados ao ambiente
◦Outros riscos
•Técnicas de prevenção de lesões músculo-esqueléticas
◦Na mobilização
◦No posicionamento
◦Na transferência e transporte
•Papel dos meios auxiliares no posicionamento, mobilização e transferência
◦Pequenos e grandes meios auxiliares, suas características e funcionalidades
◦Regras de utilização
•Utilização de ajudas técnicas de apoio à mobilização e marcha e suas funções
◦Andarilho
◦Canadianas
◦Bengalas e pirâmides
◦Muletas axilares
◦Cadeira de rodas

Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional 25 horas

•Fatores de risco de acidente em contexto domiciliário e institucional
◦Fatores intrínsecos: perda de funcionalidade, patologias, outras
◦Fatores extrínsecos: má iluminação, organização deficiente dos espaços, falhas no funcionamento de equipamentos e sistemas domésticos, outras
•Técnicas de diagnóstico e avaliação de risco
◦Quarto
◦Sala de refeições
◦Sala de estar
◦Cozinha
◦Casa de banho
◦Outros espaços de circulação
•Técnicas de prevenção de acidentes
◦Modificação do meio ambiente
◦Ensino do indivíduo, seus familiares e cuidadores
◦Técnicas de prevenção de outros acidentes em contexto institucional e domiciliário
•Ocorrências e anomalias no apoio à prestação de cuidados
◦Aspetos fundamentais a transmitir
◦Procedimentos de registo

Estado de saúde - abordagem geral em contexto domiciliário 25 horas

•Âmbito de atuação do técnico familiar e de apoio à comunidade
•Procedimentos e cuidados no apoio à toma de medicação
◦Precauções sobre o uso de medicamentos
◦Cuidados no armazenamento e administração (verificação do estado de validade; cuidados no armazenamento; outros)
◦Procedimentos de registo das tomas
•Técnicas de deteção de alterações do estado de saúde
◦Observação dos sinais vitais
◦Questionamento acerca de sinais ou sintomas de alerta
◦Vigilância da toma de medicação e outros cuidados de saúde
•Regras de atuação em situações de alteração do estado de saúde
◦Forma de atuação
◦Rede de contactos
◦Procedimentos para registo das ocorrências

Prevenção da negligência, abusos e maus-tratos 25 horas

•Conceito de mau trato
•Categorias de maus tratos
•Fatores de risco
◦Vítima
◦Agressor
◦Maus tratos em instituições
•Formas de prevenção
◦Primária
- Formação e sensibilização dos intervenientes
- Promoção da autonomia e reforço das capacidades de autodeterminação
- Integração social e comunitária
◦Secundária
•Técnicas de deteção de situações de negligência, abuso e maus tratos
◦Identificação de sinais de alerta (alterações psicológicas e emocionais; sinais físicos)
◦Exploração de sinais físicos
•Estratégias para lidar com situações de negligência, abuso e maus tratos
•Procedimentos para registo e notificação em situações de deteção de maus tratos, negligência ou violência

Gestão de resíduos em contexto domiciliário e institucional 25 horas

•Conceitos fundamentais sobre gestão de resíduos
◦Tipologia de resíduos
◦Etapas do processo de gestão de resíduos
•Normas e procedimentos de recolha, separação e transporte de resíduos:
◦Equipamentos de proteção individual
◦Decorrentes da prestação de cuidados de higiene, conforto e eliminação
◦Decorrentes da limpeza e higienização dos espaços
◦Aplicáveis ao transporte na viatura de apoio domiciliário (VAT)
•Ocorrências e anomalias na gestão de resíduos: aspetos fundamentais a transmitir; procedimentos de registo

Alimentação e nutrição no ciclo da vida 25 horas

•Conceitos e princípios fundamentais acerca da alimentação e nutrição nas várias fases do ciclo da vida
◦Necessidades nutricionais diárias
◦Agrupamentos dos alimentos por nutrientes e seu papel
•Alterações no padrão alimentar decorrentes do envelhecimento
◦Alterações fisiológicas e psicológicas
◦Principais consequências no padrão alimentar
◦Principais consequências nutricionais
•Hábito de alimentação saudável e plano alimentar adequado:
◦Composição da alimentação: diversidade de alimentos, horários, nº de refeições, intervalos, quantidades, alimentos a privilegiar e a evitar
◦A ingestão de líquidos: a importância da água
◦Benefícios dos hábitos alimentares saudáveis

Higiene e segurança alimentar 25 horas

•Noções de microbiologia
•Noções de higiene
•Conservação e armazenamento de géneros alimentícios
•Noções de limpeza e desinfecção
•Introdução à aplicação do APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo)

Saúde e socorrismo 25 horas

•Conceito de saúde
•Os comportamentos humanos
•Factores condicionantes da saúde: recursos, serviços, sistemas, valores
•Saúde pública: objectivo, modos de actuação, tipos
•Saúde e homeostasia
•Estados da saúde humana: hígido, mórbido, patogénico
•Serviços de saúde e cuidados de saúde
•Cadeia de sobrevivência: Suporte Básico de Vida (SBV) precoce, desfibrilhação precoce, Suporte Avançado de Vida (SAV) precoce
•O sistema integrado de emergência médica: INEM, 112, CODU, CIAV
•SBV: conceito, etapas e procedimentos, posicionamento, sequência de acções, problemas associados.
•Posição lateral de segurança

Gestão do stress do profissional 25 horas

•O Stress
◦Conceito de stress
◦Fatores de risco: emocionais, sociais, organizacionais
◦Sinais e sintomas
◦Consequências negativas do stress
◦Medidas preventivas
◦Técnicas de controlo e gestão de stress profissional
◦Como lidar com situações de agonia e sofrimento
◦Técnicas de auto-proteção
•As emoções
◦Conceito de emoção
◦Características fisiológicas, cognitivas e comportamentais das emoções
◦Estratégias de gestão das emoções

Desenvolvimento pessoal e técnicas de procura de emprego 25 horas

•Conceitos de competência, transferibilidade e contextos de aprendizagem (formal e informal) – aplicação destes conceitos na compreensão da sua história de vida, identificação e valorização das competências adquiridas
•Atitude empreendedora/proactiva
•Competências valorizadas pelos empregadores - transferíveis entre os diferentes contextos laborais
◦Competências relacionais
◦Competências criativas
◦Competências de gestão do tempo
◦Competências de gestão da informação
◦Competências de tomada de decisão
◦Competências de aprendizagem (aprendizagem ao longo da vida)
•Modalidades de trabalho
•Mercado de trabalho visível e encoberto
•Pesquisa de informação para procura de emprego
•Medidas ativas de emprego e formação
•Mobilidade geográfica (mercado de trabalho nacional, comunitário e extracomunitário)
•Rede de contactos (sociais ou relacionais)
•Curriculum vitae
•Anúncios de emprego
•Candidatura espontânea
•Entrevista de emprego

Formação prática em contexto de trabalho 210h 210 horas

Realização de atividades inerentes ao exercício da atividade profissional.
Próximas Ações de Formação

De momento, não existem ações de formação agendadas.