Técnico/a Auxiliar de Saúde (Profissional)

< voltar à lista
Condições de Admissão

- Idade: ≥ 23 anos
- Habilitação escolar: ≥ 12º ano de escolaridade
- Situação face ao emprego: Desempregados/as

Tipologia

Cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA

Objetivos

A conclusão do curso com aproveitamento confere o nível 4 de formação em Técnico/a Auxiliar de Saúde.

Duração

1450 horas

Código do Curso / Código UFCD

729281_EFA PROF

Saídas Profissionais

Técnico/a Auxiliar de Saúde: É o/a profissional que auxilia na prestação de cuidados de saúde aos utentes, na recolha e transporte de amostras biológicas, na limpeza, higienização e transporte de roupas, materiais e equipamentos, na limpeza e higienização dos espaços e no apoio logístico e administrativo das diferentes unidades e serviços de saúde, sob orientações do profissional de saúde. Atividades Principais: - Auxiliar na prestação de cuidados aos utentes, de acordo com orientações do enfermeiro. - Auxiliar nos cuidados post­mortem, de acordo com orientações do profissional de saúde. - Assegurar a limpeza, higienização e transporte de roupas, espaços, materiais e equipamentos, sob a orientação de profissional de saúde. - Assegurar atividades de apoio ao funcionamento das diferentes unidades e serviços de saúde. - Auxiliar o profissional de saúde na recolha de amostras biológicas e transporte para o serviço adequado, de acordo com normas e/ou procedimentos definidos.

Área de Formação

Saúde

Síntese programática
  • Módulo
  • Carga Horária

Portefólio Reflexivo de Aprendizagens (prof) 65 horas

Os/as formandos/as elaboram o seu PRA (Portefólio Reflexivo de Aprendizagens) com base nas aprendizagens desenvolvidas ao longo da formação, devendo o mesmo refletir e evidenciar o processo de formação do individuo, congregando os trabalhos e reflexões realizados no âmbito do seu percurso formativo, enquanto conjunto planeado, organizado e selecionado de documentos.

Rede Nacional de Cuidados de Saúde 50 horas

•Perspectiva histórica da Rede Nacional de Cuidados de Saúde
•A Política de saúde
-Principais orientações europeias em matéria de saúde: estratégias e orientações da Organização Mundial de Saúde
-A Política Nacional de Saúde: estratégias e orientações
- Indicadores de saúde
-A Lei de Bases da Saúde: os direitos e deveres do utente que recorre aos serviços de saúde
- Os Direitos do utente que recorre aos serviços de saúde
- Ser tratada com respeito pela dignidade e integridade humana
- Ser respeitada nas suas convicções culturais filosóficas e religiosas
- Ter acesso a cuidados apropriados ao seu estado de saúde e situação psicossocial (promoção da saúde/Prevenção da doença, tratamento, reabilitação, cuidados continuados, cuidados em fim de vida)
- Ter privacidade na prestação de todo e qualquer cuidado ou serviço
- Ver garantida a confidencialidade de dados associados ao seu processo clínico e elementos identificativos que lhe dizem respeito
- Ter direito à informação que abone a favor de uma melhor prestação de serviços
- Poder apresentar sugestões e reclamações
- Os deveres do doente que recorre aos serviços de saúde
- Regime legal da responsabilidade civil e penal por danos em saúde
-Humanização na prestação de cuidados de saúde
- O cidadão como figura central do Sistema de Saúde
- A vulnerabilidade da pessoa humana
- A doença versus cuidados básicos de saúde
- O contacto com a dor
- A relação com o doente terminal
-A interculturalidade na saúde
- Mitos e factos sobre (I) migração
- Saúde, Imigração e diversidade cultural
-O género no acesso a cuidados de saúde
•Sistema, subsistemas e seguros de saúde
-O Sistema Nacional de Saúde
-O Serviço Nacional de Saúde (SNS)
-Os Sistemas de seguros de saúde
•Serviços e estabelecimentos do Sistema Nacional de Saúde em Portugal
-Estruturas do Ministério da Saúde
- Serviços Centrais
- Serviços Regionais
- Institutos Públicos
- Grupos de Missão
- Outros
-A Rede Nacional dos Cuidados de Saúde
- Cuidados Diferenciados
- Conceito e filosofia de actuação
- Modelo de cuidados e intersectorialidade
- Composição da Rede hospitalar
- Cuidados primários
- Conceito e filosofia da Rede de Cuidados primários
- Criação e implementação
- Modelo de cuidados e intersectorialidade
- Composição da Rede
- Cuidados continuados/integrados
- Conceito e filosofia da Rede de Cuidados continuados integrados
- Criação e implementação
- Modelo de cuidados e intersectorialidade
- Composição da Rede: equipas coordenadoras, unidades e equipas prestadoras e hospitalares
- Cuidados paliativos
- Conceito e filosofia da Rede
- Modelo de cuidados e intersectorialidade
-A articulação entre as diferentes estruturas do Sistema Nacional de Saúde em Portugal: circuitos e modelo operativo
•Outros prestadores que intervêm no domínio da Saúde
-Segurança Social
-Sector Privado
-Poder Local
-Articulação intersectorial entre as estruturas/ organismos do Sistema Nacional de Saúde e outros prestadores que também intervêm no domínio da saúde
-As novas áreas de abordagem aos cuidados de saúde
- Linhas de atendimento telefónico
- Sítios na Internet de aconselhamento e apoio
•Ambiente e cultura organizacional: noções gerais nas instituições de saúde

Actividade profissional do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde 25 horas

•O/A Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Perfil profissional
-Direitos e deveres do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde perante o utente que recorre aos serviços de saúde
- O papel do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde perante os direitos e deveres da pessoa que recorre aos serviços de saúde
- O dever de respeitar e promover a liberdade e privacidade do utente: criança, adolescente, jovem, idoso, marginal ou carenciado
- Os deveres para com a família do utente
-O papel do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde na equipa de saúde
- Estrutura hierárquica
- Contextos de actuação do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
- O/A Técnico/a Auxiliar de Saúde nas equipas multidisciplinares de saúde
- As competências sociais e relacionais do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Apresentação pessoal e fardamento
•Conceitos de moral ética e bioética
-A moral, a ética e bioética: conceitos e fundamentos
-A teoria e a prática (princípios associados)
-Declaração Universal sobre direitos humanos e Bioética (UNESCO/2005)
-A Comissão de Ética para a Saúde (CES)
-Boas práticas
•As implicações éticas no desempenho das funções do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Acesso à informação e confidencialidade
-Direitos humanos e humanização na saúde
-Protecção da intimidade e privacidade dos utentes
-O segredo profissional
-Fronteiras e limites na actuação
-Princípios e normas de conduta: distinguir actos lícitos e não lícitos no âmbito da actividade profissional
-O utente, a família e os profissionais de saúde
•Direito de trabalho
-Contrato de trabalho
-Regime das faltas, férias e licenças
•O sistema de avaliação de desempenho
-Linhas orientadoras de um sistema de avaliação de desempenho
-Modelo de avaliação de desempenho
•Convenção Colectiva de Trabalho (CCT) para a área da Saúde

Comunicação na prestação de cuidados de saúde 50 horas

•O processo de comunicação
-Conceito e tipos de comunicação
-Elementos básicos da comunicação
-Fatores que interferem na comunicação: barreiras
-Regras para uma comunicação eficaz
- Particularidades e vantagens do perfil assertivo
- Empatia
- Escuta ativa/escuta dinâmica
•As técnicas de comunicação
-Técnicas de comunicação perante comportamentos agressivos
-Técnicas de comunicação para lidar com a ansiedade dos outros
-Técnicas para manter uma comunicação eficaz com interlocutores em conflito
-Técnicas de comunicação em situações de agonia e sofrimento
•A comunicação no atendimento telefónico em serviços de saúde
-Características
-Os elementos chave no atendimento telefónico (o encaminhamento da chamada e a prestação do serviço informativo)
-O atendimento telefónico como imagem do organismo e da qualidade de serviço
-Técnicas para manter uma comunicação telefónica eficaz
-Momentos críticos no atendimento telefónico
-A resolução de casos típicos de atendimento telefónico
•A comunicação no atendimento presencial em serviços de saúde
-Características
-Os elementos chave no atendimento presencial (receção e encaminhamento)
-O atendimento presencial como imagem do organismo e da qualidade de serviço
-Técnicas para manter uma comunicação eficaz com utente
-Momentos críticos no contacto com o utente
-A resolução de casos típicos de atendimento presencial
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no seu âmbito de intervenção
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão direta
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a
-Tipo de informação que pode prestar na interação com o utente, cuidador e família

Comunicação na interação com o utente, cuidador e/ou família 50 horas

•A comunicação na interação com o utente, cuidador e/ou família
-A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidade
-A comunicação na interação com indivíduos com alterações de comportamento:
- Agressividade
- Agitação
- Conflito
-A comunicação na interação com indivíduos com alterações ou perturbações mentais
•A comunicação na interação com o utente com alterações sensoriais
-A comunicação não verbal
-Outras linguagens
•Comunicação e Interculturalidade em saúde
-Barreiras interculturais na comunicação
-Mitos e factos sobre saúde e (i)migração
•A Comunicação e o Género em saúde
•A comunicação na interação com populações mais vulneráveis
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão direta
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho

Trabalho em equipas multidisciplinares na saúde 50 horas

•Grupos
-Conceito
-Princípios de funcionamento: desenvolvimento, estrutura e evolução
-Dinâmica de Grupo
•O trabalho em equipa
-Conceito
-Benefícios e constrangimentos do trabalho em equipa
-Os objectivos partilhados em equipa
-Liderança no trabalho em equipa: conceito, qualidades e estilos
•Equipas multidisciplinares
-Conceito
-Influência social e papel social
-Normas sociais
-Atitudes e comportamentos
-Modelos e práticas na saúde
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho

Prevenção e controlo da infeção: princípios básicos a considerar na prestação de cuidados de saúde 50 horas

•Noções básicas de Microbiologia
-Introdução à microbiologia
-Morfologia e estrutura de microorganismos
- vírus
- Bactérias
- Fungos
- Parasitas
-Nutrição de microrganismos
-Meios de cultura de microrganismos
-Crescimento microbiano
-Acção de agentes físicos e químicos
•Epidemiologia da infecção - cadeia epidemiológica
-Microrganismos e patogenicidade
-Reservatórios ou fontes dos microrganismos
-Portas de entrada e de saída dos microrganismos
-Vias de transmissão
-Hospedeiro e sua susceptibilidade
-Resistências anti-microbianas
•Princípios da prevenção e controlo da infecção, medidas e recomendações
-Os conceitos de doença, infecção e doença infecciosa
-Programa Nacional de Prevenção e Controlo da Infecção associada aos cuidados de saúde
-O papel das comissões de controlo de infecção nas unidades de saúde
-Enquadramento legal do controlo da infecção
•Conceitos básicos associados à infecção
-Adquirida na comunidade
-Nosocomial
-Infecção Cruzada
•Exposição a risco biológico
-Conceito de agente biológico
-Prevenção na exposição ao risco biológico
-Tuberculose
-Hepatite A, B e C
-HIV
•Potenciais alvos da infecção
-O/A Técnico/a Auxiliar de Saúde como potencial hospedeiro e/ou vector de infecção
•Situações de risco potenciadoras da infecção
-Os Contextos de prestação de cuidados (institucionalização/comunidade) e especificidades na área da prevenção e controlo da infecção de forma a prevenir a transmissão da infecção (disseminação aérea, por gotícula e por contacto; precauções com o equipamento, transporte e alojamento do utente)
-A prevenção das infecções associadas às unidades/ serviços específicos e recomendações associadas
- O isolamento
- Unidades de utentes imunodeprimidos
- Pediatria
- Unidades de cuidados intensivos
- Blocos operatórios
- Salas de parto
- Laboratórios
- Consultas
- Outras
-A prevenção das infecções associadas à prestação de cuidados específicos e recomendações associadas
- O utente submetido a intervenção invasiva
-O transporte de utentes
-O transporte de amostras biológicas
-Os cuidados ao corpo e transporte post-mortem
•Precauções básicas e o equipamento de protecção individual
-Equipamento de protecção individual (qual, quando e como usar)
-Higiene das mãos (conceito, técnicas, procedimentos)
-Uso adequado e seguro das barreiras protectoras
-Cuidados de higiene pessoal
-Vacinação
-Fardamento
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Prevenção e controlo da infeção na higienização de roupas, espaços, materiais e equipamentos 50 horas

•Conceitos associados à lavagem, desinfecção e esterilização
-A lavagem
- Lavagem manual e mecânica
- Tipologia de produtos utilizados na lavagem manual
- Métodos de lavagem
-A desinfecção
- Desinfecção
- Tipologia de produtos utilizados na desinfecção
- Métodos de desinfecção
-A esterilização
- Esterilização e tipo de aplicação
- Métodos de esterilização: baixa temperatura e alta temperatura
•Tipologia de produtos, aplicação e recomendações associadas
-Produtos de lavagem
-Produtos desinfectantes
•Roupas
-O tratamento de roupas tendo em conta os níveis de risco
- O equipamento de protecção individual
- As técnicas de manuseamento de roupa suja e lavada
- A recolha, o transporte, a triagem e o acondicionamento de roupa
- A recolha de roupa suja: procedimentos e normas associadas
- A triagem da roupa: tipo de roupa, tipo de procedimentos associados, identificação, selagem e rotulagem
- Os circuitos de transporte da roupa
-O acondicionamento de roupa suja e lavada
-A substituição de roupa e de produtos de higiene e conforto
- Técnicas de substituição de roupas em camas, berços e macas desocupadas
-Normas e procedimentos de higiene, segurança e saúde no trabalho
•Limpeza e higienização de instalações/ superfícies
-A limpeza e higienização de instalações/ superfícies da unidade do utente e/ou serviços tendo em conta os níveis e zonas de risco
- O Equipamento de Protecção Individual
- Os Produtos de lavagem:
- Tipo de produtos
- Preparação de produtos: mistura, diluição e dosagem adequada
- As precauções a ter em conta
- Aplicação e utilização
- Os métodos e técnicas de lavagem associadas à higienização dos espaços
- Normas e procedimentos de Higiene, Segurança e Saúde no trabalho
-A limpeza e higienização de instalações/ superfícies no post-mortem
-A limpeza e higienização de instalações/ superfícies em unidades/ serviços específicos: Cuidados intensivos, bloco operatório, unidades de isolamento
•Materiais
-A lavagem e desinfecção dos materiais:
- O equipamento de protecção Individual
- A tipologia de materiais
- Os circuitos de entrega e recolha de material hoteleiro, material clínico e material de apoio clínico
- A lavagem e desinfecção de materiais: material hoteleiro, material clínico e material de apoio clínico
- Lavagem manual
- Lavagem mecânica e desinfecção térmica
- Desinfecção química de material de apoio clínico e de material clínico
-Os Produtos de lavagem
- Tipo de produtos
- Aplicação e utilização
- Preparação de produtos: mistura, diluição e dosagem adequada
- As precauções a ter em conta
-Armazenamento e conservação de materiais
-Registos
•Equipamentos
-A lavagem e desinfecção química dos equipamentos:
- O equipamento de protecção Individual
- A tipologia de equipamentos
- Os produtos de lavagem
- Tipo de produtos
- Aplicação e utilização
- Preparação de produtos: mistura, diluição e dosagem adequada
- As precauções a ter em conta
- A lavagem e desinfecção de equipamentos
- Manual
- Mecânica
- Os métodos e técnicas de lavagem e desinfecção
- Manuais e normas de instruções do fabricante
- Manutenção preventiva
- Normas e procedimentos de higiene, segurança e saúde no trabalho
•Materiais e equipamentos
-A lavagem e desinfecção dos materiais e equipamentos de lavagem e higienização
- O equipamento de protecção Individual
- A tipologia de materiais e equipamentos de lavagem/higienização
-Os Produtos de lavagem
- Tipo de produtos
- Aplicação e utilização
- Preparação de produtos: mistura, diluição e dosagem adequada
- As precauções a ter em conta
-O tratamento, a lavagem e a desinfecção de materiais de lavagem
- Tratamento
- Lavagem manual
- Lavagem mecânica
-O acondicionamento de produtos, materiais e equipamentos de lavagem e higienização
-Registos
•O tratamento de resíduos
-A recepção, a triagem o transporte e o acondicionamento de resíduos: norm

Prevenção e controlo da infecção: esterilização 50 horas

•Tipologia de material clínico
-Material clínico próprio a cada serviço sujeito a esterilização
-Cuidados de manipulação
•A recolha e transporte de material clínico contaminado
-Os Circuitos de transporte
•As fases do processo de esterilização do material clínico
-A triagem de material clínico
- O Equipamento de protecção individual
- Tipologia de produtos a utilizar na esterilização: características e aplicação
- Equipamentos associados ao processo de esterilização e princípios de funcionamento
- Métodos e técnicas de esterilização
-A lavagem de material clínico
- O Equipamento de protecção individual
- Tipologia de produtos a utilizar na esterilização: características e aplicação
- Equipamentos associados ao processo de esterilização e princípios de funcionamento
- Métodos e técnicas de pré-lavagem, lavagem e esterilização
-A inspecção de material clínico
- O Equipamento de protecção individual
- Tipologia de produtos a utilizar na lavagem, desinfecção e esterilização: características e aplicação
- Equipamentos associados ao processo de lavagem, desinfecção e esterilização e princípios de funcionamento
- Métodos e técnicas de esterilização
- Tipo de controlos
- Testes de inspecção
- Registos
-A lubrificação do material clínico
- O Equipamento de protecção individual
- Tipologia de produtos a utilizar na lubrificação
- Equipamentos associados ao processo de lubrificação
- Métodos e técnicas de lubrificação
- Tipo de controlos
- Testes de inspecção
- Registos
-A montagem do material clínico
- O Equipamento de protecção individual
- Equipamentos associados ao processo de montagem e princípios de funcionamento
- Métodos e técnicas de montagem
- Tipo de controlos
- Testes de inspecção
- Registos
-A esterilização
- Conceito aprofundado de esterilização
- O Equipamento de protecção individual
- Tipologia de produtos a utilizar na esterilização: características e aplicação
- Métodos e técnicas de esterilização
•A Preparação e empacotamento de Kits de material clínico
-Tipologia de materiais associada a cada Kit de material clínico de acordo com as especificidades dos diferentes serviços
-Processo de Empacotamento: selagem, identificação e rotulagem
-Métodos e técnicas de manuseamento e empacotamento dos Kit de material clínico
-Parâmetros e técnicas de controlo e validação do processo de empacotamento dos Kits de material clínico
•Armazenamento e conservação de material clínico no Serviço/unidade de esterilização
-Controlo de prazos de validade e conformidade da conservação de Kits de material clínico (DM) e realização dos respectivos registos
-Registo de necessidades de material, saída e entrada de material
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Noções gerais sobre células, imunidade, tecidos e orgãos - sistema osteo-articular e muscular 50 horas

•Os principais sistemas do corpo humano: conceitos e funções
-Célula, tecido, órgão, aparelho ou sistemas
•Noções sobre o Sistema Imunitário
-Barreiras Naturais
-Fisiologia celular e humoral
-Imunidade natural
-Imunidade adquirida
•Sistemas ósteo-articular e muscular
-Noções gerais sobre estrutura e classificação dos ossos, articulações e músculos
-Biofísica da locomoção e dos principais movimentos dos membros
-Função e estabilidade da coluna vertebral
-Osteoporose, fracturas, luxações, principais doenças reumatismais, tumores ósseos - conceitos; noções básicas sobre manifestações clínicas; implicações para os cuidados de saúde
-Alterações ósteo-articulares e musculares decorrentes do processo de envelhecimento e da mobilidade - implicações para os cuidados ao utente
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Noções gerais sobre o sistema circulatório e respiratório 50 horas

•O Sistema Circulatório
-O sangue seus constituintes e funções
-Os vasos sanguíneos e a circulação sanguínea
-O coração e o seu funcionamento
-Noções elementares sobre as principais alterações cardiovasculares: hipertensão arterial; Insuficiência cardíaca; angina de peito; enfarte agudo do miocárdio; valvulopatias; arritmias; doença vascular periférica
-Sinais e sintomas de alerta Implicações para os cuidados de saúde
•O Sistema Respiratório
-Vias respiratórias superiores: nariz e cavidade nasal; rinofaringe; laringe; traqueia
-Vias respiratórias inferiores: brônquios; bronquíolos
-Pulmões e a sua função
-Fisiologia da respiração: inspiração e expiração
-Noções elementares sobre as principais alterações respiratórias: infecção das vias respiratórias
-Pneumonia; bronquiolite; bronquite; asma; doença pulmonar obstrutiva crónica; insuficiência respiratória; neoplasias pulmonares
-Sinais e sintomas de alerta
-Implicações para os cuidados de saúde
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Noções gerais sobre o sistema gastrointestinal, urinário e genito-reprodutor 50 horas

•Sistema Gastrointestinal
-A constituição do sistema gastrointestinal: boca; faringe; esófago; estômago; intestinos; glândulas anexas
-A fisiologia da digestão
-Sucos digestivos e suas funções
-A importância da digestão para a absorção de nutrientes e funcionamento do organismo
-A mecânica e eliminação intestinal
-Noções elementares sobre as principais alterações gastrointestinais: disfagia; vómito (risco de aspiração); dispepsia; úlcera gástrica e duodenal; obstipação; diarreia pancreatite; hepatites; tumores do sistema digestivo
-Sintomas e sinais de alerta
-Implicações para os cuidados de Saúde
•Sistema Urinário e Genito-Reprodutor
-A constituição do Sistema Urinário: rim; bexiga; vias urinárias
-Sistema reprodutor feminino: genitais externos femininos; útero; trompas de falópio; ovários.
-Sistema reprodutor masculino: genitais externos masculinos; testículos, próstata e vias genitais.
-A produção e excreção de urina – função reguladora do rim; características químicas e físicas da urina
-O funcionamento da bexiga
-Noções elementares sobre as principais alterações do sistema urinário e sintomas associados: Infecções urinárias; pielonefrites; litíase e cólica renal; incontinência urinária
-Sinais e sintomas de alerta
-Implicações para os cuidados de saúde
-Fisiologia da reprodução: fecundação; nidação; fases do desenvolvimento embrionário
-Esterilidade masculina e feminina
-Impotência sexual
-Implicações para os cuidados de saúde
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Noções gerais sobre o sistema neurológico, endócrino e orgãos dos sentidos 25 horas

•O Sistema Nervoso
-O sistema nervoso central: cérebro; cerebelo e medula espinal
-O sistema nervoso periférico
-Funções do sistema nervoso central, do sistema nervoso periférico e do sistema nervoso autónomo
-Condução do impulso neuronal e neurotransmissores
-Noções elementares sobre as principais alterações do sistema nervoso e sintomas associados: epilepsia e convulsões; doença de Parkinson; degenerações crónicas senis; meningite e encefalite; acidente vascular cerebral (A.V.C); afasia; disfasia; parésia; plegia; tumores.
-Sinais e sintomas de alerta
-Implicações para os cuidados de saúde
•O Sistema Endócrino
-Noção de hormona e suas funções em órgãos alvo
-Referência a estruturas anatómicas e suas funções: hipófise; hipotálamo; tiróide e paratiróides; glândulas suprarenais; glândulas endócrinas sexuais; pâncreas endócrino
-Noções de hipoprodução e hiperprodução de hormonas e suas implicações: a diabetes
•Os órgãos dos Sentidos
-Órgãos, estruturas e fisiologia da visão
-Órgãos, estrutura e fisiologia da audição
-Órgãos, estruturas e fisiologia do olfacto
-Órgãos, estruturas e fisiologia do paladar
-Órgãos, estruturas e biofísica do tacto
-Alterações ao nível dos sentidos
-As especificidades da prestação de cuidados de saúde ao utente com alterações ao nível dos sentidos
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Noções gerais sobre a pele e sua integridade 25 horas

•A estrutura da pele
-Derme
-Epiderme
-Anexos da pele
•As funções da pele
•O envelhecimento da pele
-Alterações na estrutura da pele
-Alterações na capacidade funcional da pele
-Implicações para a prestação de cuidados de saúde o A higiene e conforto (gestão de factores internos externos de conforto/desconforto)
- O vestuário: vestir e despir
- Mobilizações e transferências
- Alimentação e hidratação
•A integridade cutânea e compromisso da integridade cutânea
-As implicações para a saúde e qualidade de vida do indivíduo
•Cuidados a ter para manutenção da integridade cutânea
-Cuidados de higiene e conforto
-Produtos de higiene e hidratação e a sua adequação aos diferentes tipos de pele
-Alimentação e hidratação: a importância de uma boa alimentação e hidratação
-A mobilidade e alternância de posicionamentos
-O vestuário: a utilização do vestuário adequado
-A manutenção de um ambiente seguro: redução de risco de queda e de acidentes
-A importância da gestão e controlo de doenças crónicas (diabetes, insuficiência vascular periférica)
•Factores de risco para o aparecimento de feridas e úlceras
-Quedas e acidentes
-Imobilidade e pressão
-Maus cuidados de higiene e hidratação da pele
-Desidratação e desnutrição
•Feridas agudas e feridas crónicas: conceitos
•Úlcuras de pressão
-Conceito e factores desencadeantes
-Localização mais frequente
-O papel do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde na sua prevenção
•A fisiologia da cicatrização
-Factores que interferem na cicatrização
- Alimentação
- Hidratação
- Mobilização
- Hábitos de vida
- A importância da manutenção da integridade dos pensos
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Abordagem geral de noções básicas de primeiros socorros 25 horas

•O Sistema Integrado de Emergência Médica – SIEM
-Componentes, intervenientes e forma de funcionamento
-Número europeu de socorro 112
•Cadeia de Sobrevivência
-Conceito e importância
-Elos e princípios subjacentes
•Riscos para o Reanimador
-Riscos para o reanimador e para a vítima
-Condições de segurança e medidas de protecção universais
•Manobras de Suporte Básico de Vida
-Conceito de acordo com o algoritmo vigente
-Procedimentos e sequência
-Insuflações e compressões torácicas
-Problemas associados
•Posição Lateral de Segurança
-Como e quando a sua utilização
•Obstrução da via aérea
-Situações de obstrução parcial e total
-Tipos e causas de obstrução
•Exame à vitima
-Estado de consciência e permeabilidade da via aérea
-Características da respiração, pulso e pele
•As Emergências médicas mais frequentes
-Principais sinais e sintomas
-Principais cuidados a prestar
- Problemas cardíacos
- Problemas respiratórios
- Acidente vascular cerebral
- Diabetes
- Crises convulsivas
- Situações de intoxicação
-Limites de intervenção na perspectiva de cidadão e de auxiliar de saúde
•Principais tipos de traumatismos
-Traumatismos de tecidos moles (feridas e hemorragias)
-Queimaduras
-Traumatismos dos membros
-Limites de intervenção na perspectiva de cidadão e de auxiliar de saúde
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Técnicas de posicionamento, mobilização, transferência e transporte 50 horas

•A consequência da imobilidade nos sistemas orgânicos
•Técnicas de mobilização
-Os Aspetos gerais a ter em conta na mobilização
-As Ajudas técnicas
•Técnicas de transferência
-Os princípios a aplicarem nas transferências
-Tipos de transferência
- A transferência da cama para a cadeira
- A transferência da cama para a maca
-A transferência do utente com sistemas de soros, drenagens, tubagens ou outros dispositivos
-A transferência de utentes com alterações comportamentais: agitadas ou imobilizadas
-As ajudas técnicas de apoio na transferência e suas funções
- Guindaste
- Tábua de transferência
- Transferes
•Transporte na cama, maca e cadeira de rodas
•Os Posicionamentos
-Conceito
-Princípios básicos
-Tipos de posicionamentos
- Decúbito dorsal
- Decúbito ventral
- Decúbito lateral direito
- Decúbito lateral esquerdo
- Decúbito semi-ventral direito
- Decúbito semi-ventral esquerdo
- Decúbito semi-dorsal direito
- Decúbito semi-dorsal esquerdo
-Técnicas associadas a cada tipo de posicionamento
-A importância dos posicionamentos na prevenção das úlceras
•A ergonomia e a sua aplicação na área dos posicionamentos
-Risco ocupacional para o/a Técnico/a Auxiliar de Saúde na manipulação de cargas
-Os princípios ergonómicos a respeitarem pelos executantes como medidas preventivas de lesão
•Ajudas técnicas de apoio à mobilização e marcha e suas funções
-Andarilho
-Canadianas
-Bengalas e pirâmides
-Muletas axilares
-Cadeira de rodas
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um Profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Higiene, segurança e saúde no trabalho no sector da saúde 50 horas

•Definições associadas à segurança, higiene e saúde no trabalho
•Conceitos de trabalho, de saúde, de perigo, de risco, de acidente, incidente, doença profissional, doença relacionada com o trabalho, condições de trabalho, prevenção, proteção, avaliação de riscos, controlo de riscos
•Legislação de enquadramento da matéria no sector da saúde
•Riscos profissionais
-Conceitos e terminologia
-Princípios gerais de prevenção
•Tipologia de riscos profissionais
-Locais e postos de trabalho
-Equipamentos de trabalho
-Contacto com produtos químicos e tóxicos
-Transporte de cargas
-Contacto com fontes elétricas
-Incêndio, inundação e explosão
-Contacto com radiações
•Medidas de prevenção, proteção e tipos de atuação no âmbito SHST
-Sinalização de segurança no local de trabalho
-Equipamentos de proteção individual e coletiva
-Rotulagem e armazenagem de substâncias perigosas
-Plano de emergência
- Situações de catástrofe (ex. incêndios, inundações, tremores de terra…)
- Plano de evacuação
•Ergonomia
-Conceito e objetivos
-Requisitos mínimos de segurança e saúde na movimentação manual de cargas
-Fatores ambientais inibidores do bem-estar no trabalho
- Ruído
- Vibrações
- Ambiente térmico
- Qualidade do ar
- Sistema de iluminação
•Principais doenças profissionais
-Definição legal e sua classificação
-Causas dos acidentes e das doenças profissionais
-Estatísticas e impactos socioeconómicos
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no seu âmbito de intervenção
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão direta
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Qualidade na saúde 25 horas

•Introdução à qualidade
-Enquadramento conceptual
-Objectivos e princípios básicos da qualidade
- Eficiência
- Eficácia na resposta às necessidades do utente
- Satisfação das pessoas na organização
-Os custos da não qualidade
•A implementação da Qualidade - Sistemas de Qualidade
-Manual da Qualidade e documentação de apoio
•A Qualidade na saúde
-Transição para uma cultura da qualidade na saúde
- Motivação para a qualidade
- A melhoria contínua
- Formação e informação
•A Qualidade na saúde
-Práticas da qualidade na saúde:
- Organização e gestão dos serviços de saúde
- Direitos dos cidadãos
- Promoção da saúde
- Prestação de cuidados de saúde
- Educação contínua e desenvolvimento da qualidade
- Instalações e equipamentos
-Participação activa dos colaboradores. Clarificar o papel dos colaboradores sobre:
- Procedimentos
- Reclamações/sugestões
- Satisfação do utente
•O papel do profissional de saúde na avaliação da qualidade e melhoria contínua
-Monitorização/ medição dos processos
-Monitorização/ medição da qualidade do produto/ serviço
-Melhoria contínua
-Acções correctivas e preventivas
-Controlo/ auditoria interna
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Cuidados na higiene, conforto e eliminação 50 horas

•Noções gerais sobre necessidades humanas básicas
-Necessidades humanas básicas ao longo do ciclo de vida do Indivíduo o no contínuo saúde/doença
-O contributo do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde, na equipa multidisciplinar, para a satisfação das necessidades humanas básicas do utente: higiene e conforto; alimentação; hidratação; eliminação
•Cuidados de higiene e conforto a utentes que necessitam de ajuda parcial ou total
-A importância da higiene e do conforto para a saúde do utente
-Questões relativas à privacidade, intimidade e sexualidade do utente
- Aspectos a ter em conta na interacção
-Os principais fatores ambientais propiciadores de conforto/desconforto para o utente
-Os principais fatores pessoais do utente propiciadores de conforto/desconforto
-A técnica do banho
- Banho na cama
- Banho no chuveiro/banheira
- Banho na cadeira de banho assistido
- Banho na maca banheira
-Técnicas de substituição de Roupas de cama e macas ocupadas
-Técnicas de vestir e despir o utente
-Materiais e equipamentos de higiene e conforto
-Produtos de higiene e conforto: características e sua aplicação
-Outros cuidados básicos de higiene e apresentação
- Cabelo
- Unhas
- Barba
- Higiene oral
-A colaboração em cuidados de higiene a utentes com sistemas de soros, drenagens, tubagens e/ou outros dispositivos
•A Eliminação
-Cuidados a ter no antes e após a eliminação
- Condições ambientais e de privacidade
- A limpeza e higiene parcial dos genitais
-Materiais e técnicas de apoio à eliminação
- Colocação e remoção do urinol
- Com a colaboração do utente
- Auxiliando o enfermeiro
- Colocação e remoção da arrastadeira
- Com a colaboração do utente
- Auxiliando o enfermeiro
- Colocação e substituição de fraldas
- Com a colaboração do utente
- Auxiliando o enfermeiro
- Transferência e posicionamento na cadeira sanitária
- Com a colaboração do utente
- Esvaziamento dos sacos coletores de urina com válvula
- Cuidados de manuseamento
- Outros dispositivos de apoio à eliminação - noções básicas: algalias, sondas vesicais, sondas rectais, sacos de urostomia, sacos de nefrostomia, sacos de colostomia
•Produtos de eliminação vesical e intestinal
-Urina: características, alterações e sinais de alerta
-Fezes: características, alterações e sinais de alerta
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um enfermeiro, pode executar sozinho/a

Cuidados na alimentação e hidratação 50 horas

•Os conceitos de alimentação, nutrição e dietética
•A classificação dos alimentos
-A composição dietética dos alimentos e seu valor nutricional
•As necessidades nutricionais nas diferentes fases da vida
•A desnutrição
•As terapêuticas nutricionais
-Conceito de dietoterapia
-Plano alimentar
-Dietas terapêuticas
- Dieta progressiva hospitalar
- Dieta diabética
- Dieta para utentes com colesterol
- Dietas para utentes com hiperuricemia e gota
- Dieta hipo-proteica
- Dieta gastroentérica
- Dieta hipocalórica
•A qualidade e a higiene alimentar
-Noções de microbiologia dos alimentos: desenvolvimento de bactérias, leveduras e bolores e seus factores condicionantes
-Os agentes de contaminação
-As medidas de prevenção e controlo das intoxicações alimentares
•A confecção de pequenas refeições
-Tipologia de refeições ligeiras e suplementos alimentares
-Parâmetros de aceitação rejeição de matérias-primas alimentares
-Técnicas de preparação e acondicionamento de refeições ligeiras e de suplementos alimentares
-A preparação dos tabuleiros
-A manipulação de alimentos frescos e confeccionados
-A conservação de alimentos frescos e confeccionados
•A hidratação
-Conceito
-A importância da hidratação
-As restrições hídricas
•A prestação de cuidados na alimentação e hidratação oral do cliente
-Cuidados de higiene parcial antes a após a refeição
-O posicionamento para alimentação/hidratação: à mesa; no cadeirão; na cama
-A apresentação do prato e a preparação dos alimentos (cortar e descascar)
-Técnica de alimentação e hidratação oral
- O risco e as situações de engasgamento
•Conceito de outras vias de alimentação
-Entérica
-Parentérica
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um Enfermeiro, pode executar sozinho/a

Cuidados na Saúde no Idoso 50 horas

•Análise demográfica
-Conceito e características
-Envelhecimento demográfico
•A problemática da prestação de cuidados ao idoso
-A família como cuidadora informal
-O isolamento
•Serviços de apoio à saúde do idoso emergente no mercado
-Tipologia de serviços
-Redes de suporte e recursos da comunidade (cuidados domiciliários)
-O voluntariado e as redes informais de apoio
•O processo do envelhecimento
-Teorias do envelhecimento
-Dimensões biofisiológicas do envelhecimento humano
-Dimensões psicológicas do envelhecimento
-Contexto social do envelhecimento
-Preconceitos, mitos e estereótipos associados ao processo de envelhecimento
- Comportamentos e atitudes
- Estereótipos
•Alterações na saúde do idoso
-Alterações fisiológicas
-Alterações psicossociais
-Alterações nos hábitos de higiene
-Alterações nos cuidados de alimentação
-Alterações na mobilidade
•Características das situações de doença mais frequentes na pessoa idosa
-Doenças físicas
-Alterações de Comportamento
-Doenças degenerativas (demências)
•Acompanhamento do idoso nas actividades diárias, promovendo a autonomia / independência da pessoa idosa
-Alimentação
-Eliminação
-Higiene e hidratação
-Sono e repouso
-Controlo da dor e outros sintomas
-A relação com o idoso (estratégias de comunicação)
-A promoção da autonomia e independência
-A prevenção de acidentes: quarto, cozinha, casa de banho, escadas
-A importância da ocupação dos tempos livres e de ócio
-A Higienização em casa
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um Enfermeiro, pode executar sozinho/a

Cuidados na saúde infantil 50 horas

•Os direitos e deveres da criança
-Conhecimento dos direitos e deveres do adulto e da criança
-Conhecimento da carta de direitos da criança hospitalizada
-Respeito pelas crenças e valores
•Marcos de crescimento esturo-ponderal e psicomotor dos 0 aos 3 anos com especial incidência para o primeiro ano de vida
-Percentis de peso
-Percentis de comprimento
-Percentis de perímetro cefálico
-A obesidade Infantil
•A alimentação no primeiro ano de vida
-Aleitamento materno
-Leites adaptados
-Biberões
-Limpeza e esterilização dos equipamentos usados na alimentação
-Diversificação Alimentar
•Necessidades nutricionais específicas
•Sintomas comuns na infância
-Febre
-Vómitos
-Diarreia
-Dor abdominal / Cólicas abdominais
-Tosse
-Rinorreia
-Lesões cutâneas
•Criança doente e causas fisiológicas de maior susceptibilidade na 1ª infância
-Noções sobre doenças exantemáticas
•Conceito de morbilidade e mortalidade infantil
•A prestação de cuidados de saúde infantil
-O apoio nos cuidados na maternidade/berçário
-O apoio nos cuidados especiais para recém-nascidos
-O apoio nos cuidados na unidade de internamento de pediatria
-O apoio nos cuidados na consulta de pediatria
•Acompanhamento da criança nas actividades diárias
-Alimentação
-Eliminação
-Higiene e hidratação
-Sono e repouso
-A relação com a criança e família: a ansiedade, o medo e as crenças associados à hospitalização
-Noções de segurança e prevenção de acidentes no universo infantil enquanto intervenientes passivos / activos nas actividades diárias
-A importância da ocupação dos tempos livres
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um Enfermeiro de saúde, pode executar sozinho/a

Cuidados na saúde materna 25 horas

•Noções sobre hereditariedade, reprodução e desenvolvimento embrionário
•A Importância da vigilância da saúde materna
•A Fisiologia normal do parto
•Noções gerais sobre tipos de parto
•Ambiente e emoções durante o parto
•Os cuidados à puérpera
-Mobilização
-Alimentação
-A amamentação
-Higiene
•Lóquios (características normais e sinais de alerta)
•Noções sobre algumas das complicações maternas no pós-parto
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um Enfermeiro de saúde, pode executar sozinho/a

Cuidados na saúde mental 25 horas

•Saúde mental
-Doença mental
-Principais alterações e perturbações mentais
- Alterações do comportamento
- Alterações do pensamento
- Alterações do humor
- Alterações da comunicação
•Cuidar em saúde mental
-Aspectos específicos nos cuidados ao utente com alterações de saúde mental:
- Alimentação
- Eliminação
- Higiene e hidratação
- Sono e Repouso
- A manifestação de desconforto e de dor
-O/A Técnico/a Auxiliar de Saúde em interacção com o individuo que apresenta alteração ou perturbação mental
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um enfermeiro, pode executar sozinho/a

Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis 50 horas

•O alcoolismo
-Problemas associados ao álcool
-Conceitos básicos sobre bebidas alcoólicas, consumo nocivo e dependência
-Os tipos de embriaguez:
-Processos degenerativos e demências
-As dificuldades no tratamento do utente alcoólico
-A reabilitação e redes de suporte
•A toxicodependência
-A problemática
-O tipo de drogas: classificação
-As medidas de actuação e prevenção
-A integração em programas de assistência sanitária
•VIH/SIDA
-A infecção pelo VIH/SIDA e a necessidade da prevenção e rastreio precoce
-Modos de transmissão, evolução da infecção VIH, comportamentos de risco
-Conhecimento e cumprimento de regras de precaução da infecção
-Exploração de medos e anseios
-As questões éticas e legais
-Aspectos psicossociais da infecção VIH/SIDA
-Doenças oportunistas
•Outras doenças infecciosas. Hepatite A, B, C, e Tuberculose
-A problemática e necessidade da prevenção e rastreio precoce
-Modos de transmissão, comportamentos de risco
-As medidas de actuação e prevenção
-A prestação de cuidados
•Negligência, violência e mal tratos
-Conceito de violência, maus-tratos e negligência
-A perspectiva da vítima
-Os sinais de alerta para identificação de detecção de casos de negligência, violência e maus-tratos
-As medidas de actuação e prevenção
-As Técnicas de comunicação perante situações de violência e maus-tratos
•Aspectos específicos nos cuidados à pessoa em situação vulnerável
-Alimentação
-Eliminação
-Higiene e conforto
- Indivíduo com dor
- Indivíduo objecto de violação
-Sono e Repouso
-A dor e outros sintomas
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Auxiliar e Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um Enfermeiro, pode executar sozinho/a

Gestão do stress profissional em saúde 25 horas

•O Erro Humano
-Conceito
-Causas e consequências
-Medidas preventivas
•O Stress
-Conceito de stress
-Factores de risco: emocionais, sociais, organizacionais
-Sinais e sintomas
-Consequências negativas do stress
-Medidas preventivas
-Técnicas de controlo e gestão de stress profissional
-Como lidar com situações de agonia e sofrimento
-Técnicas de auto-protecção
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Cuidados de saúde a pessoas em fim de vida e post mortem 25 horas

•A prestação de cuidados de saúde a utentes em fim de vida
-Factores inibidores de bem-estar
- Ansiedade
- Agressividade
- Depressão
- Baixa auto-estima
•A prestação de cuidados de saúde a utentes em fim de vida
-Factores promotores de bem-estar: necessidades físicas, psicológicas, sociais e espirituais
- Interacção positiva
- Resolução de Problemas
- Ajuda espiritual
-Cuidar em final de vida
- Apresentação pessoal
- Aspectos específicos no apoio aos cuidados em final de vida
- Alimentação
- Eliminação
- Higiene e hidratação
- Sono e Repouso
- Controlo da dor e outros sintomas
- A especificidade da comunicação em cuidados paliativos
- A compreensão da dimensão espiritual
•A morte e o luto
-A morte numa instituição de saúde
-A morte em casa
-Os Cuidados do corpo post-mortem
-As fases do luto
-O acompanhamento e apoio à família
•A auto-protecção em situações de sofrimento e agonia do utente, família e cuidadores
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação de um Enfermeiro, pode executar sozinho/a

Organização dos espaços, tipologia de materiais e equipamentos específicos das unidades e serviços da Rede Nacional de Cuidados de Saúde 50 horas

•Tipologia de unidades/serviços de saúde na Rede Nacional de Cuidados de saúde
-As consultas
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Patologia Clínica
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Estomatologia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Oftalmologia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Otorrinolaringologia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
•Tipologia de unidades/serviços de saúde na Rede Nacional de Cuidados de saúde
-Serviço de Imagiologia – diagnóstico e terapêutica
- Noções básicas sobre os diferentes meios complementares de diagnóstico: tipologia, funções, procedimentos associados e precauções de segurança
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Cardiologia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Pediatria
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Ginecologia/Obstetrícia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Fisioterapia e de Reabilitação
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Urgência
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Neurofisiologia e Electroconvulsivoterapia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Ortopedia e Traumatologia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Serviço de Medicina Nuclear
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: características, função e conservação
- Tipologia de material: características, função, correcta utilização, conservação e controlo existências
-Farmácia
- Características e exigências de funcionamento
- Tipologia de Equipamento: característ

Manutenção preventiva de equipamentos e reposição de materiais comuns às diferentes unidades e serviços da Rede Nacional de Cuidados de Saúde 25 horas

•Os materiais: tipologia, logística e reposição
-Conceito de material
-Tipologia de material comum as diversos serviços da prestação de cuidados
- Os materiais de uso único
- Os materiais reutilizáveis
-A reposição de material
- Materiais consumíveis e reutilizáveis
- Registo e controlo de gastos
-Formas de tratamento, eliminação e acondicionamento dos materiais utilizados
•Os equipamentos: tipologia, e actividades de manutenção
-Tipologia de equipamentos
-A manutenção preventiva de equipamentos
-O manual do fabricante
-A disposição dos equipamentos
-O manuseamento correcto dos equipamentos nas actividades de manutenção preventiva
-O registo do controlo de avarias e de actividades de manutenção
-Os riscos e procedimentos de segurança associados
-Os procedimentos de emergência e protocolos associados
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Circuitos e transporte de informação nas unidades e serviços da Rede Nacional de Cuidados de Saúde 25 horas

•Os Circuitos de informação na Rede Nacional de Cuidados de Saúde
•O transporte de informação do utente: procedimentos e protocolos
-Dados do utente
-Exames
-Processo administrativo post-mortem
-Outros
•O encaminhamento de reclamações
-O direito do utente à reclamação
-O tratamento eficaz das reclamações: procedimentos
•O transporte de amostras biológicas: procedimentos e protocolos
-Amostras de expectoração
-Amostras de Urina
-Amostras de Fezes
-Amostras de Vómito
-Amostras de Exsudados
-Amostras de Sangue
-Amostras de líquido Cefalorraquidiano
•Tarefas que em relação a esta temática se encontram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde
-Tarefas que, sob orientação de um profissional de saúde, tem de executar sob sua supervisão directa
-Tarefas que, sob orientação e supervisão de um profissional de saúde, pode executar sozinho/a

Formação prática em contexto de trabalho 210h 210 horas

Realização de atividades inerentes ao exercício da atividade profissional.

Para mais informações, consultar o Guia de Orientações da Formação Prática em Contexto de Trabalho e o Guia de Orientações dos Cursos de Educação e Formação de Adultos.
Próximas Ações de Formação
  • Braga 2021-06-14 a 2022-06-30 (9h às 13h e das 14h às 17h, segunda a sexta-feira)

    pré-inscrever